Câmara

Câmara de Juruaia vive impasse com cascalho de Muzambinho



Em 08/06/2015 - Câmara de Juruaia vive impasse com cascalho de Muzambinho

Conquista para o hospital e impasse com cascalho foram os temas abordados pelos vereadores durante a reunião da Câmara de Juruaia no dia 08 de junho. A proximidade da liberação da última parcela dos recursos do Centro de Eventos também foi outra boa notícia anunciada por Edson Ponte Preta. O presidente Juraci Porfírio de Souza (PV) também destacou a regularização da captação de água no Distrito da Mata do Sino através de bombas automáticas, solucionado um antigo problema na localidade.


PLANO DA EDUCAÇÃO - O vereador Jaime Prado (PSC) ainda comentou sobre o Plano Decenal da Educação, sendo que projeto será votado na próxima reunião do Legislativo no dia 15/06. Relatou que participou de audiência pública em dias anteriores, considerando o plano de grande importância porque estará norteando a educação do município nos próximos dez anos. Sugeriu que os colegas vereadores busquem conhecer o posicionamento dos profissionais da educação para que possam votar o projeto com tranquilidade.

O vereador Agnaldo Marques (PSC) também destacou a importância do projeto, defendendo sua discussão e aprovação.

O vereador Antônio Carlos Gonçalves Marques (PSDB) considerou válida a discussão com as professoras, sendo as maiores interessadas no projeto que tem o longo prazo de dez anos.

Através de indicação ao Executivo, Jaime Prado ainda solicitou a instalação de mais lixeiras no bairro Barra Mansa, atendendo assim pedidos de moradores da localidade. A alegação é que os cães espalham o lixo quase que diariamente, gerando inúmeros transtornos.

O mesmo vereador pediu que a administração municipal providencie a obra de estacionamento em 45 graus na Av. Manoel Gonçalves Gamero, na quadra dos terrenos da antiga piscina. Esta é uma reivindicação de diversos comerciantes próximos ao local, até mesmo atendendo determinação legal.


CENTRO DE EVENTOS -Através de requerimento, o vereador Jaime Prado (PSC) solicitou o envio ao Legislativo de cópia da Comissão Especial de Avaliação mencionada na Lei Municipal nº. 1.124, de 02 de maio de 2014, que avaliou a compra do local onde está instalado o Centro de Eventos. Jaime explicou que a solicitação visa sanar dúvida que surgiu na análise da documentação referente à venda dos terrenos da piscina.


ESTRADAS RURAIS -O vereador Dorival Antônio da Silveira (PSDB) agradeceu a Secretaria Municipal de Obras pelo excelente trabalho que vem executando nas estradas do município. Segundo ele, naquela data as máquinas estavam no bairro São Bento.

Dorival ainda teve dois requerimentos aprovados através dos quais solicitou o envio de voto de pesar aos familiares do Sr. Balbino Ferreira da Trindade e Sra. Odete Marques Segrete.


HOSPITAL VENCE AÇÃO -O vereador Toniel Alves da Trindade (PMDB) revelou importante conquista alcançada pelo município há duas semanas. Informou que o Hospital Monsenhor Genésio tinha um processo judicial que vinha se arrastando a alguns anos, tendo sido julgado em primeira e segunda instância. Agora julgado em terceira instância, o resultado foi positivo para o hospital. Para o vereador, neste ano será muito difícil alcançar uma conquista maior. Até mesmo diante da importância do hospital para a comunidade. O resultado alcançado “abre as portas” para que novamente o hospital possa receber recursos através do trabalho dos vários deputados votados no município. “É hora de mostrar trabalho e as oportunidades estão abertas para todos”, disse. No final, parabenizou a diretoria do hospital pelo trabalho realizado.

O vereador Edson Joaquim Donizete da Silva (PSD) também valorizou a conquista, revelando que o hospital conseguiu a isenção dos impostos. Ele concordou com uma ação junto aos deputados na busca de recursos financeiros para a entidade. Aproveitou para anunciar que, conforme informações do deputado Emidinho Madeira, a última etapa do Centro de Eventos (em torno de R$ 700 mil) será paga nos próximos dias.


JURUAIA & MUZAMBINHO -Toniel ainda questionou o fato da prefeitura de Juruaia estar transportando cascalho para a manutenção de estradas rurais no município de Muzambinho. Ele indagou sobre a legalidade desta ação, estranhando esta situação.

O vereador Edson Joaquim Donizete da Silva (PSD) revelou que a cascalheira de Juruaia está interditada. Com isso, o prefeito Alvinho fez um acordo informal com o prefeito de Muzambinho para que o município vizinho pudesse ceder o cascalho para Juruaia. Em troca, a prefeitura de Juruaia estaria transportando certa quantidade de cascalho para Muzambinho. “Se não for assim, estamos sem cascalho”, ressaltou.

Toniel pediu a participação do assessor jurídico Dr. Haroldo Vicente Magalhães para esclarecer a legalidade desta suposta e estranha parceria. “Acho que isto não é legal, mas não acho que seria errado”, disse. De qualquer maneira, indagou se não há uma forma legal para viabilizar a ação. Sem pleno conhecimento do caso, o assessor jurídico explicou que na administração pública não existe acordo de cavalheiro, mas convênio e autorização legal.

Jaime Prado também defendeu que a situação seja regularizada juridicamente, inclusive com a participação do Legislativo, para que não surjam novos questionamentos. Como a parceria esta sendo benéfica para o município de Juruaia, seria importante formalizar o acordo para evitar problemas futuros.

Esmael Alves da Trindade (PSDB) comentou que Juruaia não conta com nenhuma cascalheira boa. Quanto ao impasse, argumentou que Juruaia também está entrando em Muzambinho e retirando o cascalho. “Enquanto isso, estamos nas mãos deles. Nós temos os caminhões e eles tem o cascalho”, disse ressaltando o empenho do prefeito em solucionar o problema da falta de cascalho em Juruaia.

Fonte: A Folha Regional - Ed. 1248