Câmara
Buscar no site:

Cemig inaugura sistema de aquecimento solar em Juruaia



Em 13/10/2011 - Cemig inaugura sistema de aquecimento solar em Juruaia

A Cemig inaugura, em Juruaia, no dia 17 de outubro (segunda-feira), às 10 horas, o Projeto Solar ILPI, na Conferência São Vicente de Paulo. Fruto de uma parceria entre o Governo de Minas, a Cemig e o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), o projeto tem o objetivo de gerar mais conforto nos banhos dos internos e garantir aos funcionários qualidade nos serviços prestados, por meio da substituição de chuveiros elétricos por sistema de aquecimento solar de água.

Com o deslocamento da demanda para fora do horário de ponta, a entidade terá redução significativa na conta de energia elétrica. A economia gerada por meio da utilização do sistema de aquecimento solar proporcionará investimentos em infraestrutura, alimentação e outras atividades que melhorem a qualidade de vida dos internos. Além disso, a instalação do equipamento consolida a posição de liderança da Cemig no cenário nacional quanto à utilização da energia solar para aquecimento de água.

A Cemig investiu na instituição de longa permanência para idosos, cerca de, R$ 16 mil e de acordo com o coordenador do Programa Energia Inteligente, Higino Zacarias de Souza, a instalação vai proporcionar até 40% de economia no consumo da energia elétrica usada para o aquecimento da água, totalizando R$ 2 mil reais de economia por ano.

Além da redução nos custos, o EI tem como objetivo disseminar a cultura do consumo consciente na instituição. “Esperamos que a substituição dos chuveiros elétricos pelo sistema de aquecimento solar seja apenas o ponto de partida para uma mudança muito maior, que tem como finalidade o não desperdício de energia elétrica e a preservação do planeta”, reforça Higino.

Solar ILPI

O Projeto Solar ILPI visa à substituição de chuveiros elétricos por sistemas de aquecimento solar de água em Instituições de Longa Permanência Para Idosos (ILPI) no Estado de Minas Gerais cadastradas no Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), retirando o consumo de energia elétrica do horário de ponta (17h às 22h). A instalação dos aquecedores solares será realizada em 505 entidades perfazendo um total aproximado de 20.800 m². O valor total investido pelo Projeto será de R$ 26 milhões.