Câmara
Buscar no site:

Hospital e terrenos da piscina mobilizam Câmara de Juruaia



Em 01/06/2015 - Hospital e terrenos da piscina mobilizam Câmara de Juruaia

Duas antigas polêmicas voltaram a movimentar o Legislativo de Juruaia na reunião ocorrida nesta semana, em 18 de maio. Venda dos terrenos da piscina e impasse entre hospital e prefeitura foram motivos de intensos debates entre os vereadores.

ESCOLA, RÁDIO E HOSPITAL - Através de indicação ao Executivo, o vereador Agnaldo Marques de Rezende (“Pachola” - PSC) solicitou empenho da prefeitura para a instalação de uma escola municipal no local onde se encontra o Estádio Jorge Tomaz, passando o estádio para outro local próximo ao Centro de Eventos. O mesmo vereador solicitou a instalação de um poste de energia elétrica na saída de Juruaia para Nova Resende, próximo a uma serralheria.

Também foi aprovado requerimento do mesmo vereador solicitando o envio de ofício à Associação Comunitária dos Moradores de Juruaia reivindicando que as reuniões ordinárias do Legislativo sejam transmitidas pela Rádio Conexão FM. Justificou que o horário das reuniões foi alterado para as 17 horas para não coincidir com o programa “A Voz do Brasil” que vai ao ar todos os dias das 19 às 20 horas.


ASFALTO, HOSPITAL E CONAB - Através de indicação ao Executivo, o vereador Jaime Prado (PSC) solicitou que a administração municipal estude a possibilidade de asfaltar o trecho da Rua Jacob Senedese que dá acesso ao bairro residencial Matias Bueno. Porém, reconheceu não ter conhecimento se a responsabilidade é da prefeitura ou do loteador. Mesmo assim, usou a indicação para provocar uma resposta a respeito da responsabilidade pela solução do problema.

Foi aprovado por unanimidade, requerimento apresentado pelo vereador Jaime Prado solicitando o envio de votos de congratulação ao diretor da Escola Eduardo Senedese parabenizando toda direção, corpo docente e alunos pelos 60 anos de história do educandário.

Também foi aprovado por unanimidade outro requerimento de iniciativa de Jaime Prado convidando o Conselho Municipal de Saúde a prestar esclarecimentos durante reunião do Legislativo sobre o impasse envolvendo o pronto socorro municipal (hospital x prefeitura). O vereador Esmael Alves da Trindade (PSDB) adiantou que o Secretário Municipal de Saúde estará presente na próxima reunião da Câmara para esclarecer sobre este tema.

Jaime Prado comentou reunião que manteve com a Secretária Municipal de Educação, acompanhando o presidente da Associação Comunitária dos Moradores do bairro Divisa (Nova Resende), Lucimar Alves Madeira. A liderança esteve presente em Juruaia para apresentar um projeto da Conab, buscando parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Escola Eduardo Senedese, Hospital Monsenhor Genésio e Lar São Vicente de Paulo. O governo federal, através da Conab, adquire os alimentos juntos aos produtores e distribui para as entidades. A estimativa gira em torno de 100 toneladas de alimentos durante ano de 2016. O vereador manifestou seu agradecimento pela parceria proposta por Lucimar ao município de Juruaia.


DUPLA LIDERANÇA - Através de ofício, o Executivo informou que o vereador Dorival da Ambulância (PSDB) passa a ser o líder do prefeito no Legislativo. Da mesma forma, vereadores do PSDB enviaram ofício informando que Dorival da Ambulância também passava a ser o líder da Bancada do partido, tendo como vice-líder o vereador Esmael Alves da Trindade. Vale destacar que o PSDB conta com quatro vereadores no atual mandato, sendo Dorival da Ambulância, Esmael da Trindade, Ademar Mazurega e Antônio Carlos Gonçalves Marques.


PREFEITURA x HOSPITAL - O vereador Agnaldo Marques de Rezende (“Pachola” - PSC) voltou a questionar os motivos pelos quais o pronto socorro não volta para o hospital. Chegou a defender o repasse de R$ 120 mil, como também teria defendido o vereador Edson em reunião anterior. Pachola considerou o impasse uma verdadeira “birra”, falando do empenho de muitas pessoas em ações em prol do hospital.

Dorival da Ambulância (PSDB)revelou denúncia contra o pronto socorro, sendo que o provedor e assessor do hospital foram até Belo Horizonte. Com isso, surgiu a proposta de dividir a diretoria do hospital no sentido de que a mesma seja composta por 6 membros da atual diretoria e 6 membros indicados pelo prefeito. Porém, não houve resposta por parte da diretoria do hospital. “Não está havendo bom senso por parte da diretoria do hospital”, criticou. Em seguida, o debate foi intenso envolvendo os vereadores Pachola, Dorival, Antônio Carlos Gonçalves Marques e presidente Juraci. Ademar Mazurega foi direto: “No começo não pensaram no povo. Pensaram em um atacar o outro, Executivo e direção do hospital. Quando a coisa ficou feia, pensaram em fazer reunião com os vereadores”.


18ª FELINJU - O vereador Esmael Alves da Trindade (PSDB) parabenizou a presidente da ACIJU - Associação Comercial e Industrial de Juruaia, Tânia Mara Rezende, pela realização da Feira de Lingerie. Valorizou a atuação dos membros da diretoria e funcionários da ACIJU, além dos empresários locais. O vereador elogiou a organização da feira, revelando satisfação de todos pelos resultados das vendas.


AINDA OS TERRENOS DA PISCINA - O vereador Esmael informou que o prefeito mostrou as contas da venda dos terrenos da piscina, um tema antigo que movimenta a política local. Maé explicou que o prefeito não gastou exatamente no esperado por lei, mas gastou tudo dentro da legalidade. “O prefeito gastou onde podia gastar e onde achou mais necessário. Agora todos sabem onde o dinheiro foi gasto”, disse. No final, rebateu duras críticas dirigidas ao prefeito.

Jaime Pradocomentou que esteve com o chefe de contabilidade da prefeitura verificando os documentos referentes à venda dos terrenos da piscina. Mas pretende analisar outros documentos solicitados, antes de apresentar uma conclusão a respeito. Inicialmente, acredita que houve uma apresentação parcial dos documentos. Numa primeira análise, o valor arrecadado com a venda dos terrenos somou um total de R$ 3.445.393,99.

Dorival da Ambulânciatambém comentou a respeito da venda dos terrenos da piscina. Segundo ele, o valor da alienação dos terrenos foi de R$ 2.633.932,99. Jaime acrescentou o valor de permutas de R$ 811.461,00. Para Dorival, os investimentos foram pouco alterados conforme o projeto previa. Assim, entende que o prefeito acabou investindo em obras e aquisições cerca de R$ 2.634.000,00. “O que ganhou lá foi gasto e comprovado com receita”, disse.


ZONA RURAL -O vereador Antônio Carlos Gonçalves Marques (PSDB) agradeceu o empenho da população do bairro dos Gomes e também do prefeito, junto com a Cemig, na solução de problema com transformador na localidade. Comunicou ainda a entrega de diplomas do curso de costura realizado no bairro Palestina, sendo que outro curso será realizado com duas turmas na cidade. O vereador revelou a volta do funcionamento dos caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil local. Antônio Carlos ainda falou sobre serviços na zona rural e melhorias nas estradas de diversos bairros.


PSF NOS GOMES - O vereador Dorival da Ambulância (PSDB) lembrou muitas lutas em prol do posto de saúde do bairro dos Gomes, que atualmente está inadequado para os médicos. Citou proposta de emenda de Aécio Neves de 2012 no valor de R$ 200 mil, prejudicada por brigas políticas entre PT e PSDB. De posse do projeto, lembrou que como gestor da saúde encaminhou o pedido para construção de PSF na localidade, sendo que a equipe de transição do PT revogou a Resolução no final de 2014. Citou outro pedido de R$ 150 mil para a construção de um posto de apoio ao PSF da Grama, mas que também foi negado pelo governo estadual. Dorival relatou que esteve em Belo Horizonte conversando com o deputado Dr. Arnaldo sobre o PSF dos Gomes, sendo que o parlamentar se comprometeu a viabilizar a conquista para o próximo ano. Preocupado com a situação, o vereador anunciou a possibilidade de reforma de uma antiga escola nos Gomes para servir de ponto de apoio. Jaime Prado chegou a dizer que atualmente o posto de saúde do bairro dos Gomes é uma vergonha para os vereadores como homens públicos.


PROJETO SOCIAL -O vereador Ademar Mazurega (PSDB) comentou a final de campeonato de futebol em diversas categorias no bairro São Bento. Porém, mesmo sendo dentro de Juruaia, o evento foi organizado pela prefeitura de Nova Resende. Destacou a presença dos prefeitos e vice-prefeitos de Nova Resende e Juruaia, além do deputado estadual Emidinho Madeira. O projeto conta com 450 crianças, sendo sonhado pelo vereador para o município de Juruaia. Parabenizou o time da Palestina que foi o grande campeão na sua categoria.

Ademar Mazurega ainda comentou ação da prefeitura de Juruaia para castração dos cães de rua (sem donos). Portanto, um trabalho importante e que visa amenizar um antigo problema.


PROJETOS APROVADOS -Foi aprovado por unanimidade, projeto de Lei denominando ruas de loteamento no bairro Mirante. Os nomes são: Maria Terra da Silva (“Dona Fiica”), Antônio Olinto Filho, Júlio César Tomaz, José Marques Gonçalves, José dos Reis Marques, Sebastião Francisco da Silveira e Iraci de Rezende.

Também foi aprovado por unanimidade, projeto de Decreto Legislativo autorizando o presidente da Câmara a proceder a devolução de R$ 10 mil ao Executivo. Por indicação dos vereadores, o valor devolvido deverá ser utilizado para a compra de materiais esportivos para suprir as necessidades da Secretaria Municipal de Esportes.

O vereador Jaime Prado (PSC) pediu atenção da mesa diretora para que também fossem devolvidos recursos para beneficiar o Hospital Monsenhor Genésio. O presidente Juraci da Mata (PV) manifestou concordância, mas solicitou ao assessor jurídico Dr. Haroldo Vicente Magalhães para prestar esclarecimentos a respeito da necessidade de convênio entre o hospital e prefeitura. Isto porque a princípio, o hospital não está incluso na lei de subvenções. Também participaram os debates os vereadores Dorival, Toniel e Esmael.

Fonte: A Folha Regional