Câmara

JURUAIA: NA CONTRAMÃO DA CRISE MUNDIAL



Em 07/05/2012 - JURUAIA: NA CONTRAMÃO DA CRISE MUNDIAL

Entre os dias 27 de abril e 1º de maio, aconteceu a 15ª FELINJU – Feira de Lingerie de Juruaia. A realização é da ACIJU – Associação Comercial e Industrial de Juruaia, em parceria com a prefeitura e Câmara municipal, governo de Minas e outros órgãos. O Secretário Municipal de Indústria e Comércio, João Batista da Silva (“João Paraná”) falou sobre a importância do evento para a economia local.

Durante seu pronunciamento na solenidade de abertura oficial da Felinju, o Secretário João Paraná valorizou A Folha Regional e Rádio do Povo AM de Muzambinho como os primeiros veículos de comunicação que deram ampla abertura/cobertura, contribuindo assim para o crescimento da feira ao longo dos anos. Fez referência ao diretor da Folha, Vagner Alves, que acreditou no projeto que era apenas um sonho e hoje se consolidou como o maior evento do setor em Minas Gerais. Entende que através da Folha, muitos outros órgãos de imprensa passaram a dar destaque ao evento. “Através do jornal e da rádio chegamos a muitos pontos para criar o título a capital da lingerie”, disse. Destacou também o crescimento conjunto do jornal, da feira e da cidade de Juruaia.

João Paraná comentou o crescimento da feira, relatando as dificuldades financeiras e de credibilidade. Pessoalmente, conseguiu realizar um grande sonho, juntamente com a confiança de outras pessoas, transformando Juruaia no terceiro pólo de moda íntima do país e o primeiro de Minas Gerais.

“O que aconteceu em Juruaia é mais ou menos o que foi escrito no Muro de Berlim, sem assinatura do autor: Em poucos lugares do mundo existem poucas pessoas fazendo poucas coisas. Porém, mudarão o mundo”, disse o Secretário citando Juruaia como exemplo desta situação.

João Paraná confirmou declaração anterior de que o faturamento da lingerie deve ultrapassar R$ 200 milhões em Juruaia neste ano. Até porque o crescimento anual do setor no município gira em torno de 30%. Neste ano, novas empresas foram criadas, devendo realmente ultrapassar R$ 200 milhões. Acrescentou que as mulheres tiveram papel fundamental neste crescimento, assumindo um negócio familiar. Além disso, o maior número dos empresários é de Juruaia, consolidando cada vez mais o setor.

O Secretário ainda revelou números interessantes. Em 1992, mediante levantamento, existiam 400 residências no município, com 52 delas preparadas para algum tipo de atividade comercial. Hoje, são 1950 residências e mais 2.200 lotes preparados para construção. São mais de 500 casas preparadas para a implantação de algum tipo de comércio, entre lojas, fábricas, restaurantes, hotéis, etc. “Portanto, um crescimento esplêndido nos últimos 30 anos”, disse. Neste aspecto, nos próximos dez anos a cidade estará dobrando o número de construções, com mais 3.500 moradias. Fato este que comprova manchete de um importante jornal internacional: “Cidade mineira na contramão da crise mundial”. São números que chegam a “assustar” as autoridades e lideranças da região.

João Paraná informou ainda que a cidade esteve lotada durante os dias da 15ª FELINJU, que apresentou grandes novidades no setor. As confecções receberam um grande número de turistas de compra e clientes. A festa da “Karcinha” foi novamente um sucesso. Modelos da TV e artistas globais também marcaram presença no evento, como Sheila Carvalho (Tchan) e ator Júlio Rocha.


CENTRO DA LINGERIE - Também foi anunciada a liberação pelo governador do estado, com depósito na conta da prefeitura, da primeira parcela no valor de R$ 2 milhões para a construção do tão sonhadoCentro da Lingerie. Num prazo próximo a 30 dias deverá ser executado o processo licitatório, permitindo o início das obras. A expectativa é que a próxima feira ocorra no local.



Galerias


Juruaia, na contramão da crise