Câmara
Buscar no site:

Ações do Legislativo de Juruaia



Em 31/01/2011 - Ações do Legislativo de Juruaia

As ações do Legislativo de Juruaia mereceram destaque durante entrevista nesta semana. Nossa reportagem ouviu o ex-presidente Rodrigo Luis Dias da Silva (PP –biênio 2009/2010) e Carlos de Castro (PSDB – “Carlinho da Babilônia”), este último eleito para o biênio 2011/2012.

LIQUIDAÇÃO DE LINGERIE –Considerada a capital da lingerie, durante o mês de janeiro (15 a 29), a cidade viveu a OUTLET – maior liquidação do setor durante o ano. A promoção foi da ACIJU – Associação Comercial e Industrial de Juruaia, em parceria com empresas filiadas. Vereador e empresário do setor, Rodrigo Luis valorizou a iniciativa que aconteceu pela primeira vez em 2010 através da ex-presidente Maria Izabel Gonçalves (“Dedel”) e teve continuidade com a atual presidente Ana Raquel Marques e Marques. Destacou como uma ação inovadora e positiva para o setor em Juruaia. Apesar de ser considera uma liquidação, a liderança manifestou que o evento representa uma renovação das mercadorias, partindo para a nova coleção.

REFLEXOS EM JURUAIA – A cidade de Nova Friburgo é considerada o principal pólo de lingerie do país. Rodrigo lamentou o drama vivido diante da tragédia causada pelas fortes chuvas, mas reconheceu que o fato poderá alavancar ainda mais o setor de produção de lingerie de Juruaia. Hoje, a cidade é considerada o 3º pólo nacional do setor, perdendo apenas para Nova Friburgo/RJ (1º) e Fortaleza/CE (2º). Neste momento, algumas ações estão sendo discutidas para que a lingerie de Juruaia alcance maior exposição nacional. Até porque o município oferece um produto diferenciado. Um dos objetivos é atrair indústrias de Nova Friburgo para Juruaia, visto que novos problemas podem afetar a região do Rio de Janeiro.

TREINAMENTO DE MÃO DE OBRA – Ainda no setor de lingerie, o município tem investimento no treinamento de mão de obra. A administração promoveu a capacitação de moradores dos bairros Mata do Sino e Gomes, além da própria  cidade. Para tanto, estão sendo firmadas parcerias com o SESI, SENAI, SENAC e SEBRAE, visando a qualificação e novas área de formação de mão de obra. Atualmente, o município recebe diariamente cerca de 5 ônibus com trabalhadores de outras cidades da região. Ao mesmo tempo, o município enfrenta problemas com mão de obra para a agricultura e construção civil.

CRESCIMENTO DE JURUAIA – Rodrigo comentou o grande crescimento observado no município, principalmente na área habitacional e industrial. São 6 ou 7 novos loteamentos em andamento. O crescimento ocorreu com a força dos empresários da lingerie, produtores rurais, poder público e população de uma forma geral.

Ao mesmo tempo, a liderança relatou as dificuldades de infraestrutura devido à topografia irregular. Segundo o vereador, o poder Legislativo deu um passo muito importante, com reflexo nos próximos anos, que será a venda do chamado “terreno da piscina”. A área, no centro da cidade, tem 16 terrenos à venda, com valor total estimado em R$ 3 milhões. Desta forma, será possível à administração investir em área habitacional, parque industrial e outras providências. “Vamos preparar o crescimento da cidade com investimento em infraestrutura”, explicou. No momento, depois de 30 anos, foi possível fazer o recapeamento de aproximadamente 40% das ruas da cidade. “Juruaia cresceu 50 anos em 10”, disse o vereador.

OUTRAS ÁREAS –Rodrigo destacou a boa estrutura na captação, tratamento e distribuição de água no município. Neste sentido, reconheceu o trabalho do governo anterior que firmou convênio com a Copasa. Por outro lado, criticou a Cemig pelas falhas constantes no fornecimento de energia elétrica. Os problemas ocorrem, principalmente, durante o período de chuvas. Um transtorno muito grande para os moradores e empresários. Mas informou que a Cemig esta fazendo investimentos na região, o que poderá amenizar a situação enfrentada.

Quanto à área de saúde, a liderança destacou diversos investimentos da administração. Citou obra com custo em torno de R$ 400 mil no PSF – Programa Saúde da Família. Também a reforma da antiga escola Eduardo Senedese que será transformada no Centro de Referência à Saúde, unificando grande parte do setor visando um atendimento de qualidade e dignidade à população. Além disso, o investimento da prefeitura no hospital Monsenhor Genésio subiu de R$ 32 mil/mês para R$ 45 mil/mês. Vale destacar ainda a viabilização de outros recursos como R$ 100 mil para medicamentos e R$ 100 mil para equipamentos para o hospital. Por fim, houve a aquisição de aparelho de ultrasom, 4 ambulâncias e outras ações importantes. O vereador elogiou a atuação competente do Secretário Municipal de Saúde, Dorival Antônio da Silveira (“Dorival da Ambulância”).

CENTRO DA LINGERIE – Com a venda do terreno da piscina, será possível a construção do tão sonhado “Centro da Lingerie”, além de uma área habitacional. O próprio governador Anastasia já conhece o projeto e demonstrou total interesse, firmando o compromisso de ajudar o município. Após a venda do terreno, o governador deverá liberar R$ 3 milhões para a obra. O Centro de Lingerie é uma obra com custo estimado em R$ 9 milhões. O local deverá abrigar cursos de capacitação, festividades tradicionais e eventos em geral.

RECURSOS CONQUISTADOS – Rodrigo revelou que, somente em 2010, o município conquistou R$ 4,5 milhões em recursos estaduais e federais. Porém, a maior parte se refere a recursos estaduais, principalmente devido ao bom relacionamento entre a atual administração municipal com Aécio Neves (como deputado federal e depois governador) e atual governador Anastasia. Um claro exemplo é o investimento de quase R$ 1 milhão na reforma e ampliação do prédio da antiga Escola Estadual Eduardo Senedese, obras de recapeamento, iluminação de campo de futebol, aquisição de retroescavadeira, CRAS, Farmácia de Minas, PSF e outras ações desenvolvidas.

BALANÇO DO EX-PRESIDENTE – Rodrigo ocupou a presidência do Legislativo no biênio 2009/2010. Falando sobre o trabalho desenvolvido, destacou a harmonia conquistada, principalmente respeitando as divergências e posicionamento da oposição. Para ele, resultado do processo democrático, pois foi eleito com todos os votos favoráveis. Assim, teve tranqüilidade para atuar, sendo que os servidores da Câmara ficaram disponíveis para todos os vereadores.

Entre as ações de destaque do Legislativo nos dois últimos anos, citou a aprovação do polêmico projeto da venda do terreno da piscina. Sem maiores polêmica, Executivo e Legislativo tiveram tranqüilidade para atuar em prol do município.

Rodrigo destacou ainda o cuidado com o uso de diárias. Defendeu a participação dos vereadores em cursos, mas sempre buscando resultados concretos em favor da população. Também foi revogado o 13º salário dos vereadores. Lembrou que o orçamento da Câmara em 2009 foi de R$ 504 mil (cerca de R$ 45 mil/mês). O recurso visa a manutenção do poder Legislativo. Entende que o dinheiro deve “sobrar”, pois o processo anual é “mecânico”, praticamente não são necessários novos investimentos. Em 2009, houve uma devolução de R$ 186 mil para o Executivo, atendendo a ACIJU, hospital, rádio, Lar São Vicente, escolas, etc. “Não conseguimos economizar porque os vereadores tiveram a consciência e responsabilidade de usar o dinheiro público de forma correta”, disse. Em 2010, o orçamento foi de R$ 418 mil (cerca de R$ 34 mil/mês) e a devolução foi de R$ 39 mil para o Executivo. Porém, houve uma economia de R$ 130 mil (diferença no orçamento). Assim, é possível dizer que a economia total ficou em cerca de R$ 180 mil.


OTIMISMO DO NOVO PRESIDENTE

Carlinho da Babilônia, presidente eleito para o biênio 2011/2012, ocupa o seu segundo mandato no Legislativo. Depois de atuar na Câmara no mandato 89/92, a liderança observa uma mudança política. Antes, o Legislativo não era valorizado, situação inversa nos dias atuais. A assessoria da Câmara também presta um grande trabalho aos vereadores. Com um estilo diferenciado e tranqüilo, Carlinho destacou as conquistas alcançadas nos dois últimos anos. Assim, espera tranqüilidade para comandar os trabalhos junto aos demais colegas, dando continuidade à harmonia existente no momento. Até porque hoje a oposição demonstra um posicionamento mais positivo. Entende as cobranças, mas pede maior paciência, principalmente quanto à conservação das estradas rurais neste período de chuvas.

Carlinho revelou que não pretendia ser candidato à presidência da Câmara. Mas, diante do impasse surgido, aceitou o desafio. Seu posicionamento será de ouvir os colegas, principalmente aproveitando a experiência de outros vereadores como os ex-presidente Rodrigo, Zito Podadeira e Toniel.

JURUAIA NÃO É SÓ LINGERIE – Morador da zona rural, no bairro Babilônia, Carlinho destacou outras riquezas do município como a criação de frangos e cafeicultura. Carlinho também é Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Juruaia. Portanto, é grande conhecedor das dificuldades e necessidades do homem do campo. Durante contatos em Belo Horizonte, conquistou um veículo para o Sindicato. Porém, devido a questões burocráticas, o veículo foi destinado para a prefeitura. De qualquer forma, considera uma conquista importante.

Fonte: A Folha Regional.