Câmara A+  
A-  
A 
Buscar no site:

Pronto socorro volta para hospital em Juruaia



Em 20/07/2015 - Pronto socorro volta para hospital em Juruaia

A transferência e funcionamento do pronto socorro do Hospital Monsenhor Genésio para prédio do próprio do município vem gerando muita polêmica e intensos debates no Legislativo de Juruaia desde o início do ano. Situação e oposição discutiam qualidade no atendimento, viabilidade do serviço municipal e futuro do hospital. Tudo indicava que o impasse não teria uma solução que agradasse os dois lados, perpetuando uma discussão sem frutos positivos.

Porém, na reunião do Legislativo desta semana, no dia 20/07, surgiu a boa nova. Executivo e diretoria do Hospital entraram num acordo, formando um grupo misto de administração e possibilitando o retorno do pronto socorro para a entidade. A notícia agradou os vereadores. Mas, mesmo com a aparente solução do grande problemas, não faltaram debates e posicionamentos divergentes.

VAIDADES - O vereador Esmael Alves da Trindade (PSDB) foi o primeiro a se manifestar a respeito. Ele parabenizou o Secretário Municipal de Saúde e vice-prefeito Rodrigo Luis Dias da Silva pelo sucesso na negociação, possibilitando o retorno do pronto socorro para o Hospital Monsenhor Genésio. O vereador explicou que foi composto um grupo misto composto por parte da diretoria do hospital e membros da administração municipal. “Espero que desta vez consiga trabalhar em paz e que faça o melhor por Juruaia. O hospital é uma entidade que não pode ficar prejudicada por algumas vaidades de que lado que seja”, disse.

CABEÇA NO LUGAR - O vereador Dorival Antônio da Silveira (PSDB) também valorizou a gestão compartilhada do Hospital Monsenhor Genésio, entendendo que a iniciativa representará muitos benefícios para a população. Ex-Secretário de Saúde, o vereador comentou que o pronto socorro da prefeitura caminha a todo vapor e com qualidade, sendo que no último sábado realizou 60 atendimentos. “Nem com o melhor médico no hospital não atende esta qualidade de gente”, disse. Mesmo com o trabalho positivo, elogiou a parceria firmada entre prefeitura e hospital. Para ele, o pronto socorro nunca deveria ter sido retirado do hospital. Mas agora, com união e cabeça no lugar, foi possível formar a gestão compartilhada. No final, Dorival parabenizou a gestão compartilhada através da presidente do Hospital, Renata, destacando sua luta e competência profissional. Já Nilvanda Silveira será a tesoureira desta gestão, já comprovando sua capacidade e honestidade no Lar São Vicente.

EU JÁ SABIA - O vereador Toniel Alves da Silveira (PMDB) confessou sua alegria por receber a notícia na reunião. Lembrou que desde o início previa que a retirada do pronto socorro do hospital e funcionamento pela prefeitura não daria certo. Até porque sempre alertou que o “pronto socorro precisava do hospital” e vice-versa. Também entendia que o funcionamento do pronto socorro pela prefeitura não seria possível. Verificou que houve uma rejeição muito grande por parte de muitas pessoas, independentemente de partido político. Depois de algum tempo, muita discussão e cobranças, agora fica contente com a superação do impasse. “Para mim não importa quem será presidente”, garantiu. Toniel revelou que estevem em Alfenas e Belo Horizonte cobrando uma ação por parte da Vigilância Sanitária, mas até o momento o pronto socorro não tem licença de funcionamento. Portanto, houve um trabalho no sentido de que o pronto socorro pudesse voltar para o hospital. No final, o vereador desejou sucesso à nova diretoria do hospital.

DESEJO DE SUCESSO - Jaime Prado (PSC) argumentou que todos os vereadores participaram a fundo do debate. Concordou com a dependência entre hospital e pronto socorro. Para ele, uma prova de que o pronto socorro da prefeitura não estava regular é que funcionou até o momento sem o alvará sanitário. Mas salientou a necessidade de deixar estas questões de lado, com todos desejando que a volta do pronto socorro para o hospital gera os resultados positivos esperados. Ele também parabenizou os membros da diretoria compartilhada, se colocando à disposição para ajudar no que for possível.

SEM POLITICAGEM - O vereador Agnaldo Marques de Rezende (PSC) parabenizou as diretorias anteriores do hospital, bem como os novos diretores. Para ele, é preciso buscar recursos financeiros para a entidade, independentemente de partido político. “Espero que o hospital tenha uma política forte, não a politicagem”, disse. Ou seja, a política honesta e sadia que possa viabilizar recursos para o hospital.

BOM SENSO - O vereador Edson Joaquim Donizete da Silva (PSD) destacou o bom senso entre as partes, possibilitando o retorno do pronto socorro para o hospital. Relatou que, a exemplo dos colegas vereadores, manteve várias conversas com o prefeito e diretoria da entidade. O vereador agradeceu aos membros da diretoria por que tudo que fizerem em prol do hospital. Informou que o deputado estadual Emidinho Madeira (PT do B) ficou muito satisfeito pela solução encontrada, se colocando à disposição para ajudar. “Foi o passo mais importante de 2015. Quem precisa do hospital é o povo, não o prefeito, vereador ou diretor”, disse.

IGUALDADE - O presidente Juraci Porfírio de Souza (PV) destacou que a Câmara sempre teve sua participação, contribuindo assim para a solução do impasse. Para ele, o mais importante foi o bom senso na formação da gestão mista. “Espera que as duas partes fazem o trabalho com igualdade para todos”, disse.

RECURSO PARA O HOSPITAL - O vereador Toniel Alves da Trindade (PMDB) chegou a anunciou a conquista de importante recurso para o Hospital Monsenhor Genésio, com breve liberação. Porém, não revelou valor ou maiores detalhes.

O vereador Edson Joaquim Donizete da Silva (PSD) foi direto ao anunciar que na última semana foi comunicado pelo deputado estadual Emidinho Madeira (PT do B) que o Secretário Odair Cunha (PT) está cadastrando uma verba de R$ 350 mil para a área de saúde do município. Para ele, uma ação importante para alavancar o setor.

Jaime Prado (PSD) esclareceu que Odair Cunha colocou emenda no orçamento geral da União de 2015, no valor de R$ 370 mil, com destinação para a área de saúde de Juruaia. O vereador também apresentou documento à nossa reportagem, sendo ofício de Odair Cunha informando a ação e solicitando o devido cadastramento por parte do município. A emenda se destina à Estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde. Portanto, devendo atender ao Hospital Monsenhor Genésio.

Toniel (PMDB) também anunciou a conquista do recurso, através de Odair Cunha. Segundo ele, será a maior verba da história do hospital. Sua expectativa é que a liberação ocorra entre agosto e setembro.

PONTO DE ÔNIBUS E ESGOTO - Através de indicações ao Executivo, o vereador Jaime Prado (PSC) solicitou a construção de um ponto de ônibus em local próximo à Igreja de Santa Bárbara, no bairro Boa Vista. O mesmo vereador pediu empenho da administração no sentido de solucionar problema de esgoto que está correndo a céu aberto em algumas casas da Rua 13 de Maio, no bairro Lares.

Jaime Prado relatou que acompanhou a grande final do Campeonato de Futebol de Campo Bola e Viola, em Muzambinho. Assim, aproveitou para parabenizar o time do Retiro que conquistou o título e conta com vários atletas de Juruaia, sendo: Cafu, Edenilson, Túlio, Acerola, Buiu e Bertão.

O vereador ainda confessou a felicidade por ter participado de palestra na Mata do Sino que tratou da segurança rural neste período de colheita do café. Destacou a presença do delegado Dr. Adnan e Sargento PM Vila Nova. Ele considerou a iniciativa bastante positiva por parte do presidente da Câmara, Juraci da Mata, que contou com o apoio do assessor Tiago Mambrini.

MELHORIAS NAS ESTRADAS RURAIS - O vereador Esmael Alves da Trindade (PSDB) parabenizou a Secretaria Municipal de Obras pelo excelente trabalho que vem sendo realizado na zona rural. Relatou que sempre acompanha os caminhões que transportam cascalho, verificando a qualidade do serviço. Nesta semana, a melhoria chegou a bairro dos Gomes, restando apenas 20% das estradas a serem mantidas pela prefeitura.

PROJETOS APROVADOS - Foi aprovado por unanimidade, em segundo turno, projeto de Lei que dispõe sobre as Diretrizes para a Elaboração da Lei Orçamentária do exercício de 2016.

Também foi aprovado por unanimidade, em turno único, projeto de Lei que altera Lei nº. 987, de 24 de maio de 2007, que trata da carreira do pessoal do magistério, incluindo o cargo de nutricionista. O Executivo esclareceu que o serviço vem sendo prestado por profissional qualificado (nutricionista) e as ações desenvolvidas dentro das normas estabelecidas. Porém, não constante do quadro de pessoal do magistério, situação regularizada através da aprovação do projeto.

FONTE: A Folha Regional - Ed. 1254